Cientista cognitivo e futurista

Autor: diogocortiz (page 2 of 5)

O que é Web3? Uma breve história

A mídia de tecnologia está falando muito sobre NFTs e Web3, seja bem ou mal. Ao lado de Metaverso formam a lista tríplice de palavras que prometem ser as tendências para os próximos anos. Mas o que é a Web3 e o que isso tem a ver com a Web que sempre usamos?

Leia mais

O que é affordance em design e na neurociência?

Dizem que o bom Design está associado com affordance. Mas o que é isso? E o que affordance tem a ver com o cérebro humano?

Affordance basicamente é a relação entre as propriedades de um objeto e as capacidades do usuário que determina como o objeto pode ser utilizado. Isso quer dizer que affordance não é uma propriedade do objeto em si, mas é definida a partir de como o usuário (sua história, experiência e estado psicológico) interage com a coisa.

Leia mais

O que são vieses e heurísticas

Qual a diferença entre vieses e heurísticas?

A heurística pode ser entendida como uma estratégia que ignora parte da informação para tomar decisões mais rápidas e simples, reduzindo a carga cognitiva. E muitas vezes nem estamos conscientes que estas regras estão em ação.

Leia mais

Curso de Ciência Cognitiva

Acabei de lançar o curso de Ciência Cognitiva, com conteúdos sobre a fascinante área da ciência que explica como pensamos, aprendemos e tomamos decisões

Para aficcionados pelos mistérios da mente
Ciência Cognitiva é a área da ciência que busca desvendar a cognição humana – ou seja, a forma como percebemos o mundo, adquirimos conhecimento, formamos nossas opiniões e fazemos escolhas. Muito de como esse processo acontece ainda é um mistério para a ciência – e isso é que torna esse campo do conhecimento tão interessante e promissor.

Leia mais

Ciência Cognitiva e Design

Don Norman, o pai da área de UX, é um cientista cognitivo. Formou-se em engenharia e fez o doutorado em psicologia. Seus trabalhos explicitam a importância de entedermos a cognição na área de design. Os designers sabem disso. Falam muito em modelos mentais, percepção do usuário e etc. No entanto, as pesquisas em Design e Ciência Cognitiva (que envolve neurociência, linguística, psicologia, etc) evoluem muitas vezes de forma independente, mesmo que uma possa se beneficiar da outra. Precisamos cruzar esse abismo.

Leia mais